29 de abril de 2011

O primeiro console a gente nunca esquece: Infância Lobonesca




Saudações caros leitores deste humilde blog, enquanto o Photobucket prova que é bom na rasteira, tenho usado um outro servidor para upar minhas fotos, cujo o ícone do mesmo é um sapo e não é aquele maldito Imageshack - convenhamos, aquele site é muito imprático e ruim se comparado à praticidade do Photobucket, sem contar aquele BOOM que ele deu há algumas semanas -, um tal de sapo.pt, que por sua vez é um pouco estranho, mas lembra a praticidade do Photobucket, será meu servidor provisório por enquanto.

Mas por que diachos esse post começa com essa foto alá "Uatá dê füque?" Claramente trata-se de algo que só os inteligentes conseguirão compreender, pois basta ler o título e a assinatura do post, chegar a uma conclusão e gritar "Eureka!" para compreender o significado da mesma.


Agora, sobre o post, há alguns dias, recebi, para minha surpresa, um e-mail do Mr. André Breder, atuante no Gagá Games e na Revista Game Sênior, onde recebo um convite com meu nome escrito em letras de ouro, obsequiando-me a participar de um meme da blogosfera Retro-gamer (algo que participava sem ser chamado, a fim de provar o quão intrometido sou), cujo tema é: "O primeiro console a gente nunca esquece", e claro que não podia comer bola dessa vez, houve a necessidade de ser pontual, pelo menos não precisa de terno e gravata para fazer o post, senão teria que começar a contar os centavos.

Aos demais participantes do meme, favor deixar um comentário àqueles que não estiverem com o nome citado no final do post, para que possa adicionar seu blog na lista de participantes.

Agora sim, ao post...




"Isso foi só um sonho, não se preocupem.
Foi também uma péssima edição, eu sei.
"

Apesar da imagem, não, este ser que vos fala, conhecido pela alcunha de Lobim, não começou sua vida gamística com um Nintendo 64, muita mordomia para um ser só. Devido a questões financeiras, tive a sorte (considero como sorte principalmente porque se não fosse por isso, certamente não estaria escrevendo para vocês agora) de iniciar a minha vida gamística com um Super Nintendo, pelo que me lembro (ninguém lembra de detalhes da infância), foi o primeiro video game que joguei, se não foi, pelo menos foi ele que passei toda a minha infância jogando, lembro do nome de 90% dos cartuchos.

Através de fotos, vi que passei meus 2~3 anos vendo meu irmão jogar um video game com uma arma no quarto de nossos pais, provavelmente era um Dynavision - sério, antes de ver aquela foto, jurava que nunca um Dynavision havia passado pela porta da minha casa -, não tenho certeza porque só lembro de ter visto de meu irmão jogando, mas não dos jogos em si.

Nós havíamos um primo com uma condição financeira melhor que a nossa, ele e meu irmão viviam juntos, pois não tinham uma diferença de idade muito grotesca, não preciso dizer que eu, com seis anos de idade mais novo que meu irmão, que por sua vez era mais novo que meu primo, ficava excluído sempre das jogatinas. Esse nosso primo comprou então um Playstation 1 (o video game da época) e deu o Super Nintendo dele para a gente, foi aí que conheci esse video game que mudou a minha vida.

Os cartuchos posso descrever perfeitamente os nomes:
Choplifter III (tenho um carinho especial por esse jogo);
The Jungle Book;
Jurassic Park II - The Chaos Continues;
• Uma fita pirata japonesa com três jogos juntos (Super Mario World, Super Bomberman e FIFA International Soccer - nenhum dos três salvava);
• Minha fita bugadíssima do Spider-Man and the X-Men in Arcade's Revenge (lembro até hoje dos esquemas que meu irmão fazia para ela funcionar, marcou bastante);
Mickey Mania;
Donkey Kong Country 3;
Futebol Brasileiro '96 (e seus incríveis bugs e narração peruana clássica);
International Superstar Soccer;
Marvel Super Heroes - War of the Gems;
Metal Warriors;
Super Mario Kart;
Kyle Petty's No Fear Racing (era como se fosse meu Top Gear, já que não tinha e nem conhecia o jogo na época);
Street Fighter II - The World Warrior, e mais alguns 2 jogos que talvez nem existam, mas se existirem, eu não me lembrei deles.

Lembro como se fosse ontem das vezes que jogava, das partidas que perdia para meu irmão (claro, tinha uns 6~7 anos na época) e de todas as coisas relacionadas a ele, das poucas vezes que aluguei fitas (e que certamente, me marcaram muito, lembro de pouquíssimos títulos alugados), das vezes em que meu pai gostava de ver eu e/ou meu irmão jogando Choplifter III, são coisas que não dá para esquecer, por mais que o tempo passe.

Infelizmente, aos meus 9 anos, quando a única coisa de video games que sabia era Super Nintendo, Playstation 1 e Game Boy Advance (que claro, nunca tive, mas tive colegas que tiveram, e que NUNCA me deixaram jogar), meu irmão resolveu pedir um Playstation 2 para a gente de natal - vindo com aquela conversa de que era um video game muito melhor que aquele do nosso primo, que por sinal, adorava -, quando ele chegou, decidimos destravar (Pirataria louca, véi), mas não havia dinheiro para tal, a solução seria vender o Super Nintendo, lembro que como o video game era nosso, foi decidido que iriam me consultar - a fim de fazer algo mais "justo", mesmo sendo facílimo induzir uma criança de 8~9 anos -, por incrível que pareça, mesmo sendo induzido, fiquei pensativo, foi ali, naquele momento, que pude perceber, hoje, que a minha paixão por jogos antigos começou a ser demonstrada naquele dia. Não preciso nem dizer que aceitei a proposta, proposta hoje que me arrependo de ter aceito, não é a toa que o meu ódio por Playstation 2, o pior video game de sua geração, é notável.


"Não é mais que um até logo, não é mais que um breve Adeus."

Pior de tudo, foi saber que conheci o jogo que mudou a minha vida no Playstation 2, obviamente falo de nosso Deus, vosso Imperador, falo de Vossa Excelência Final Fantasy VI, que conheci através do SNEStation (pelo menos essa bagaça funcionava nele, e por sorte, o vosso Imperador também), onde resolvi jogá-lo ao acaso no CD que eu mesmo havia feito e gravado. Creio que foi a melhor função do Playstation 2, fora isso, só conheci jogos como Metal Gear Solid e vi meu irmão jogar Splinter Cell (odeio jogar, adoro assistir) de mais interessante.

Apesar de tudo, ainda hoje, o Super Nintendo ainda é o meu sistema preferido, mesmo conhecendo outros grandes sistemas como o Mega Drive (que adoro também) e o Nintendo DS. Pelo fato de ser colecionador, atualmente tenho um Super Nintendo, com um acervo de jogos bem interessantes, sempre que o jogo no console, sinto algo diferente de quando jogo outros sistemas, é o gosto da infância, nem jogando nos emuladores isso acontece.

Louvemos o Super Nintendo Entertainment System!
Embora admita que o controle de Mega Drive é bem melhor!



Lista de blogs participantes do meme:

A.L.A.S. do Relíquias do MAME;
Adinan Alves do QG Master;
André Breder do Gagá Games;
Becker (quase meu chará da vida real, coer) do Tecnicamente...;
Cosmonal do Cosmic Effect;
Cyber Woo do Arquivos do Woo;
Edwazah do Retroplayers;
Gabriel do GLStoque;
Gustavo Assumpção, Alberto Canen, Bruno Grisci, Daniel Moisés e Felipe de Castro do Nintendo Blast;
Heider Carlos e Mariana do 1/2 Orc;
Henrique Caveira do Cemetery Games;
Johnny Campos do CoolNerdBR;
Leo S. do QG Master;
Leonardo Costa do DosersGames;
Leonardo Soler do Game Genius;
Nesbitt do RetroNewsForever;
Orakio Rob do Gagá Games;
Oráculo do Dimensão X;
Patty K do Blue Rose Garden;
Ritalinando do Videogame.etc;
Robson do Blog do Robson;
Romulo Kusanagi do Game Genius;
Sabat do Retroplayers;
SergioSJS do 1/2 Orc (fez separadamente);
Solo Player do Jogando com os Amigos;
Tandrilion do RetroNewsForever;
Tchulanguero do Vão Jogar;
TH do Retroplayers;
Trooper do Retroplayers;
Willi JRCW do Point Games Brasil.

Se você, leitor, está interessado em participar desse incrível meme produzido pela união mortífera da blogosfera Retro-gamer brazilian mesmo crendo que não faça parte dela (coração de blogueiro retro-gamer é assim, sempre cabe mais um) - até eu mesmo entrei nela meio que de intruso -, não deixe de participar, caso esteja com vontade, faça o seu post e mande para a gente adicionar na lista.

As únicas regras para participar dessa parada é: Falar a verdade - caso duvidemos, pode ter certeza que abaixaremos para onde você estiver e faremos o teste com nosso detector de mentiras, também levaremos uma máquina de torturas, claro -, ter jogado um video game para colocá-lo como seu primeiro video game, botar essa lista no final com o nome de todo mundo que participou, louvar o Breder que iniciou essa parada, fazer este convite tal como estou fazendo e colocar o nome do seu primeiro video game no título (foi a única regra que quebrei, porque sou um cara chato pracarai).

Até mais,
Wolfwood


25 comentários:

  1. Muito bom cara! Bem bacana a historia!

    ResponderExcluir
  2. Bom texto, me deu um aperto no coração na hora em que vc topou se desfazer do SNES, mas ainda bem que você tem um SNES novamente. Esse console é pra mim o melhor já feito pela Nintendo!

    Ah, estou participando do Meme não pelo Side Scroll Castle, mas sim pelo QG Master. Segue o link: http://qgmaster.blogspot.com/2011/04/o-primeiro-console-gente-nunca-esquece.html

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Eu me arrependo do que fiz com meu Super Nintendo também... nem me atrevo a contar aqui, fica pra outro dia.

    Adorei o ódio ao Playstation, compatibilizo de suas emoções! Arrasô!

    Como assim, intruso? Você é da blogsfera oficialmente... nem vem tentar se tornar popular se fazendo o renegado, valeu?

    Esses cartuchos mil em um era muita pobreza né?

    Ótimo post!

    ResponderExcluir
  4. Lobim diz: "(ninguém lembra de detalhes da infância)"

    Rita diz: "Mentira! Eu me lembro, de tuudo, até de cheiros e sabores!"


    Muita sorte mesmo vc ter começado nessa vida com o melhor videogame de todos os tempos!!

    Meu primeiro foi o turbo game e o segundo (obviamente) foi o Super Nintendo!


    O meu texto está aqui, http://blablagames.net/?p=925 se quiser dar uma olhadinha ;)

    ResponderExcluir
  5. HAHAHAHAHAHAHAHA, também fiquei bastante comovido com essa história, criança pequena é sempre triste, e outra ri demais da foto editada, HAHAHAHAHAHAHAHHAHAA, tá mal feita de com força, mas é assim mesmo, ficou bacana, qualquer dia vou fazer uma edição assim com o Pretinho lá do meu blog. Parabéns pelo post.

    ResponderExcluir
  6. Uuahuahua... a montagem ficou mesmo ótima!!! 8)

    ResponderExcluir
  7. Cara, eu tive uma história meio que parecida com a sua :P Eu não tive um snes, só jogava na casa da minha vó ou dos meus primos. O primeiro console q eu tive mesmo foi uum ps1, mas isso eu ja tinha meus 11 anos... e já era mto comum na época ^^

    Bom, no meu site eu fiz um texto http://is.gd/HD7WyX

    ResponderExcluir
  8. @Adinan A.
    Beleza, vou editar aproveitando para adicionar os links dos posts dos blogs participantes. Outra coisa: vou adquirir um SEGUNDO SNES semana que vem, mas no caso, vai ser para fazer uma espécie de "doação".

    @GLStoque
    Graças ao "Prêy 2", o meu ódio por Sony se formou. (embora goste do PSX)

    Beleza, falo que sou meio de intruso porque esse blog foi criado com primeiro intuito de divulgar material relacionado a ROMHacking, mas para torná-lo mais atrativo, decidido inseri-lo TAMBÉM na blogosfera retro-gamer, por isso que fico brincando com isso. =P

    @ritalinando
    Eu também não, lembro de muitos detalhes, mas estou falando daquela infância / nascença, por volta de 4 anos. Vou dar uma lida quando tiver mais tempo. ;)

    @Solo Player @André Breder
    Pior que na montagem fiz bem o que queria: substituir o menino do N64 por a cara de um lobo Poker Face. XD

    @Mary
    Legal, mas foi uma pena ter começado pelo PSX e não pelo SNES, você deve saber o que são loads melhor do que eu. =P
    Vou dar uma lida no seu texto e de todo o pessoal quando tiver tempo.

    ---

    A todos:
    Obrigado por aqueles que leram e gostaram, usei, como de costume, as minhas características notáveis de post, com um humor leve e por vezes sem graça, enrolações a milhões e com riqueza de detalhes e informações.

    Obrigado mais uma vez.

    ResponderExcluir
  9. Lá em casa a história era contrária, porque eu sou o irmão mais velho. E nunca deixei vender nenhum videogame pra comprar outro. Até hoje sou assim. Mas olha o lado bom: se não tivesse perdido o Snes talvez vc não fosse um colecionador hoje :D

    Depois adiciona o meme do MeioOrc, por favor ^^

    http://meioorc.com/artigos/o-primeiro-console-a-gente-nunca-esquece-mega-drive-e-super-nintendo/

    ResponderExcluir
  10. HAhaha quase o mesmo que eu!! =D

    mas não acho o controle do megadriver melhor rsrsrssrsrr' botou pequenininho...

    ResponderExcluir
  11. @Administrador_Leonardo

    Infelizmente o controle do Mega Drive (Mega Driver é banda =P) é melhor, só quem jogou nos dois consoles o mesmo jogo e no mesmo dia sabe como é. XD

    ResponderExcluir
  12. Imagino... diferença tem... mas se é melhor eu não por que não tive essa experiencia (e talvez nunca tenha =\)

    ResponderExcluir
  13. Meu Snes está guardadinho em sua caixa ^^ preciso ver depois se ainda funciona, limpar os controles assoprar umas fitas... ^^

    Segunda parte do “O primeiro console a gente nunca esquece” no 1/2 Orc:

    http://meioorc.com/artigos/games/o-primeiro-console-snes-master-system/

    ResponderExcluir
  14. Estou visitando todos os blogs participantes e pedindo que atualizem a lista de blogs do MEME nos seus respectivos posts... Dá um Ctrl+C na lista lá do JCOAS, que tá em ordem alfabética e tá facim de ver qual que tá faltando na sua lista... Aquele Abraço... Vamos ajudar a divulgar...

    IMPORTANTE: Não deixe de comentar no post dos outros participantes, deixe sua opinião, sua visita, vamos fortalecer e ampliar essa corrente...

    Esta é uma mensagem padronizada que enviei para todos os Blogs da B.E.R.G. que estão contribuindo para o MEME "O primeiro console a gente nunca esquece..."

    ResponderExcluir
  15. Olá! O Nintendo Blast está na onda também agora gente. Já adicionamos o link de vocês no nosso post.

    Segue o nosso link: http://www.nintendoblast.com.br/2011/04/o-primeiro-console-gente-nunca-esquece.html

    Um abraço!!!

    ResponderExcluir
  16. Porra Lobim, excelente XD Seus textos são muito bons meu chapa, ri litros aqui com o louvar o Breder aHUAhuahuHA muito bem humorado e inteligente o texto!

    E caramba véi, agora entendo o seu ódio pelo PS2 XD E cara, depois do encontro MD, eu cheguei em casa e liguei o meu megadrive na TV pra jogar SplatterHouse3, o unico jogo que eu tenho no momento para o console, e cara, realmente, jogar pelo console original é diferente que jogar pelo emulador, mas não é um diferente de qualidade de emulação ou outra coisa técnica, é diferente de NOSTALGIA mesmo: ir até o aparelho, encaixar o cartucho, apertar o POWER, encaixar o controle... EU QUERO UM PHANTOM E UM SNES JÁ !!!!

    ResponderExcluir
  17. @Administrador_Leonardo
    Se você tiver, vai entender o que estou falando. Percebi que a maioria dos preconceitos gamísticos são por falta de conhecimento (o que não é o seu caso) e de costume com o sistema em si.

    @SergioSJS
    Cara de sorte, infelizmente meu antigo SNES não tinha caixa, e o atual também não tem. Pretendo comprar um com caixa quando der só para ter na minha coleção, artigo que não pode ser esquecido!

    @Nintendo Blast
    Caramba, até vocês! Genial!

    @Sabat
    Humor sutil é característica nata dos meus posts, embora a maioria dos trocadilhos sejam horríveis e sem graça. XD

    Nem me lembre de Mega Drive, o meu roubado no ano passado, não contei essa história por aqui porque me deixou muito pra baixo. Mas já estou correndo atrás de outro Mega.

    Com certeza, foi por isso que decidi virar colecionador, conhecer e poder usufruir da jogatina a qualquer hora da maioria dos clássicos existentes em seu sistema de origem não tem preço.

    ResponderExcluir
  18. Vei! EU AMU BOMBERMAN!

    È um dos titulos que mais joguei na vida, principalmente Multiplayer!

    Lembro que o meu Snes chegou logo após meu velho vender o Atari dele!
    Meu pai ficou mais viciado do que eu e meu irmão com os titulos do Snes!

    Era DKC aqui e SMW ali, infelizmente meu velho nunca curtiu Final Fantasy ou qualquer outro rpg!
    Recordo que o primeiro que joguei foi FF Mistic Quest!

    Cara, parabens pelo post! sensacional! :D

    ResponderExcluir
  19. Eu sei que já se passou algum tempo desde que o meme rolou mas você poderia atualizar com o novo meme que foi escrito lá no meu blog...
    escrito por Romulo Kusanagi

    http://xgamegeniusx.blogspot.com/2011/05/o-primeiro-console-gente-nunca-esquece.html

    ResponderExcluir
  20. Você tem razão, jogar os games que você jogava quando criança tem um gostinho totalmente diferente. Não dá pra comparar com emulador.

    Mas poxa, por que todo esse ódio com o ps2?!

    ResponderExcluir
  21. Muito bom, tive meu momento Eureka na foto.

    Que diria.. Jogou FFVI no PS2, devia ter menos ódio desse console que possui alguns jogos interessantes.

    ResponderExcluir
  22. Belo post Lobim!
    Começar com um Super Nintendo deve ter sido ótimo e com os jogos que vc tinha, melhor ainda, Donkey Kong 3, por exemplo é uma obra prima.
    Também entrei no esquema e postei lá no QG a minha experiência, depois da um pulo lá: http://bit.ly/kQVGwu
    Abração!

    ResponderExcluir
  23. @Leo S.

    Nem tanto, o meu Donkey Kong Country 3 e meu Super Mario World eram piratas e não salvavam. XD

    ---

    Ainda não tive tempo de ler os outros posts do meme, e não sei se terei tempo, peço desculpas a todos, mas está bem complicado a situação por aqui. =/

    ResponderExcluir
  24. Eae blz?
    coloca meu link na matéria '' primeiro console agente numca esquece''
    http://dosersgames.blogspot.com/2011/05/o-primeiro-console-gente-nunca-esquece.html
    Valeu!

    ResponderExcluir
  25. Comentando quase um ano após a postagem!
    Sensacional, cara.
    Senti a emoção a cada episódio narrado.
    Meu primeiro console foi o Odyssey, mas como não me considero retrogamer e tenho sérias restrições a este rótulo, infelizmente não pude/não poderei participar da série de relatos.

    ResponderExcluir